O Prêmio Pritzker: lista completa dos vencedores da maior honraria que um arquiteto pode receber!

premio-pritzker-ganhadores

Prêmio Pritzker: Conheça os ganhadores

O Prêmio Pritzker é uma das maiores honrarias que um arquiteto pode receber ao longo da carreira.

Desde 1979 a família Pritzker homenageia anualmente um arquiteto no mundo que tenha realizado trabalhos significativos, reconhecendo a importância das obras e ideias desse profissional para a arquitetura.

Esse é o Prêmio que podemos chamar de “Nobel” da arquitetura. Entre os maiores arquitetos do mundo prestigiados pelo Prêmio Pritzker temos os representantes brasileiros Oscar Niemeyer e Paulo Mendes da Rocha.

Prêmio Pritzker: vencedores de várias partes do mundo

 

Pritzker 2018 – Balkrishna Doshi, Índia

 

premio-pritzker-balkrishna-doshi

Prêmio Pritzker: Balkrishna Doshi

Estudou na escola de arquitetura de Bombaim, em Mumbai na Índia, e sonhava em trabalhar com um dos arquitetos mais proeminentes de todos os tempos, Le Corbusier, fonte de inspiração de sua arte.

Reconhecido mundialmente, Doshi reforça em todos os seus trabalhos os aspectos da cultura oriental, deixando marcas históricas da Índia e a exuberância dos elementos que contemplam a arquitetura local, como santuários, templos, madeiras e aromas.

Conheça também a emocionante trajetória de Bijoy Jain, o arquiteto que resgata os valores culturais do seu povo.

Pritzker 2017 – Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta, Espanha

 

premio-pritzker-rafael-aranda-carmen-pigem-ramon-vilalta

Prêmio Pritzker: Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta

O trio do escritório RCR Arquitetos, da Espanha, recebeu o primeiro Prêmio da carreira em 1988, pelo Ministério de Obras Públicas e Urbanismo da Espanha.

Após essa conquista, vieram inúmeros reconhecimentos no mundo por trabalhos que respeitam a essência e a tipologia dos aspectos ambientais.

 

Pritzker 2016 – Alejandro Aravena, Chile

 

premio-pritzker-alejandro-aravena

Pêmio Pritzker: Alejandro Aravena

Líder do escritório Elemental, foi por ele que assinou seus principais trabalhos espalhados por várias partes do mundo, como EUA, México, Suíça e China.

Alejandro Aravena, Chileno, é conhecido por sua obras voltadas para a inclusão social e já foi palestrante na TEDGlobal no Rio de Janeiro em 2014.

Saiba como criar ambientes mais acessíveis em nosso post sobre acessibilidade na arquitetura.

Confira com mais de 1 milhão e 700 mil views:

 

Pritzker 2015 – Frei Otto, Alemanha

 

premio-pritzker-frei-otto

Prêmio Pritzker: Frei Otto

Ex-militar, teve que interromper os estudos em arquitetura para se alistar na guerra, quando foi prisioneiro na França.

O cenário escasso fez com que o arquiteto desenvolvesse técnicas construtivas com o mínimo de material possível e de baixo custo.

Depois da Guerra, Frei Otto retornou aos estudos. Em seus projetos são proeminentes a construção de prédios pesados, abertos à natureza e a ideia democrática.

Hoje é referência no grupo de pesquisa em Biologia e Construção na Universidade Técnica de Berlim.

Patrik Schumacher também é um arquiteto alemão referência na arquitetura. Conheça mais sobre ele em nosso post.

Pritzker 2014 – Shigeru Ban, Tóquio

 

premio-pritzker-shigeru-ban

Prêmio Pritzker: Shigeru Ban

Aos 9 anos de idade o arquiteto queria ser carpinteiro, pois admirava os trabalhos executados pelos profissionais na casa da família.

Nas férias de verão, Ban fez para a escola um projeto de uma casa considerado o melhor trabalho da classe.

Foi a partir daí que despertou nele a paixão pela arquitetura.

Suas principais técnicas consistem na modelagem de papel, madeira e bambu.

O Shigeru Ban é reconhecido no mundo inteiro e a grandiosidade dos seus trabalhos se volta para o voluntariado, construindo espaços de apoio para familias que passaram por desastres naturais.

Pritzker 2013 – Toyo Ito, Coréia

 

premio-pritzker-toyo-ito

Prêmio Pritzker: Toyo Ito

O japonês Toyo Ito já recebeu inúmeros reconhecimentos internacionais, como o Praemium Imperiale em homenagem ao príncipe Takamatsu em 2010, o Leão de Ouro pela Conquista da 8ª Exposição Internacional da Bienal de Veneza, em 2002, e em 2013 o Prêmio Pritzker.

A identidade dos seus projetos são minimalistas, com muita leveza e uma arquitetura conceitual que se assemelha ao ar e ao vento.

Pritzker 2012 – Wang Shu, China

 

premio-pritzker-wang-shu

Prêmio Pritzker: Wang Shu

Wang Shu defende a ideologia de que devem prevalecer as habilidades artesanais, manuais e “amadoras”, por isso, opta por construir casas e não edifícios.

São essas as estruturas que se intensificam nas suas obras desenvolvidas no Amateur Architecture Studio, reconhecidas pelo grande valor simbólico e responsabilidade social na arquitetura.

Em 2011 recebeu a Medalha de Ouro de Arquitetura da I’Académie d’Architecture da França.

Pritzker 2011 – Eduardo Souto Moura, Portugal

 

premio-pritzker-eduardo-souto-moura

Prêmio Pritzker: Eduardo Souto de Moura

O primeiro reconhecimento na carreira foi a vitória no concurso para o Centro Cultural do Porto, também em 2011.

As marcas de Eduardo Souto Moura são a busca pela originalidade e o acréscimo de materiais que receberam acabamentos requintados, como o granito, o mármore, o tijolo, além de muita expressão através das cores.

Pritzker 2010 – Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa, Japão

 

premio-pritzker-kazuyo-sejima-ryue-nishizawa

Prêmio Pritzker: Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa

Fundadores da SANAA, em Tóquio, os arquitetos receberam a Medalha Memorial Arnold Brunner da Academia Americana de Artes e Letras em 2002, sendo responsáveis por construções inovadoras no Japão e no mundo.

Pritzker 2009 – Peter Zumthor, Suíça

 

premio-pritzker-peter-zumthor

Prêmio Pritzker: Peter Zumthor

O arquiteto Suíço é reconhecido mundialmente e recebeu Prêmios como o Praemium Imperiale da Japan Art Association, em 2008, o Mies van der Rohe Award para Arquitetura Europeia em 1999 e a consagração com o Prêmio Pritzker de arquitetura, em 2009.

Conheça também a biografia de Bernard Tschumi: o arquiteto autor da proposta para o Parc de la Villette.

Pritzker 2008 – Jean Nouvel, França

 

premio-pritzker-jean-nouvel

Prêmio Pritzker: Jean Nouvel

Autor de projetos únicos, o arquiteto une a projeção eletrônica no design de paisagens que, de tão impressionantes, tornam-se eventos.

Entre os seus principais projetos está o Instituto do Mundo Árabe (IMA), em Paris, com fachada construída por lentes mecânicas que abrem e fecham conforme os níveis de luz.

Veja também como o casal francês Lacaton e Vassal criam obras minimalista e sustentáveis que embelezam as cidades.

premio-pritzker-instituto-mundo-arabe-ima

Prêmio Pritzker: Instituto do Mundo Árabe

Veja a lista dos ganhadores do Pritzker desde sua criação:

 

premio-pritzker-richard-rogers

Prêmio Pritzker: Richard Rogers

premio-pritzker-paulo-mendes-da-rocha

Prêmio Pritzker: Paulo Mendes da Rocha

  • Pritzker 2005 – Thom Mayne, Estados Unidos
premio-pritzker-thom-mayne

Prêmio Pritzker: Thom Mayne

premio-pritzker-zaha-hadid

Prêmio Pritzker: Zaha Hadid

  • Pritzker 2003 – Jorn Utzon, Dinamarca
premio-pritzker-jorn-utzon

Prêmio Pritzker: Jorn Utzon

premio-pritzker-glenn-murcutt

Prêmio Pritzker: Glenn Murcutt

  • Pritzker 2001 – Jacques Herzog e Pierre de Meuron, Suíça
premio-pritzker-jacques-herzog-pierre-de-meuron

Prêmio Pritzker: Jacques Herzog e Pierre Meuron

premio-pritzker-rem-koolhass

Prêmio Pritzker: Rem Koolhaas

premio-pritzker-norman-foster

Prêmio Pritzker: Norman Foster

premio-pritzker-renzo-piano

Prêmio Pritzker: Renzo Piano

  • Pritzker 1997 – Sverre Fehn, Noruega
premio-pritzker-sverre-fehn

Prêmio Pritzker: Sverre Fehn

  • Pritzker 1996 – Rafael Moneo, Espanha
premio-pritzker-rafael-moneo

Prêmio Pritzker: Rafael Moneo

premio-pritzker-tadao-ando

Prêmio Pritzker: Tadao Ando

  • Pritzker 1994 – Christian de Portzamparc, França
premio-pritzker-christian-de-portzamparc

Prêmio Pritzker: Christian de Portzamparc

  • Pritzker 1993 – Fumihiko Maki, Japão
premio-pritzker-fumihiko-maki

Prêmio Pritzker: Fumihiko Maki

premio-pritzker-alvaro-siza

Prêmio Pritzker: Álvaro Siza

  • Pritzker 1991 – Robert Venturi, Estados Unidos
premio-pritzker-robert-venturi

Prêmio Pritzker: Robert Venturi

  • Pritzker 1990 – Aldo Rossi, Itália
premio-pritzker-aldo-rossi

Prêmio Pritzker: Aldo Rossi

premio-pritzker-frank-gehry

Prêmio Pritzker: Frank Gehry

  • Pritzker 1988 – Oscar Niemeyer, Brasil e Gordon Bunshaft, Estados Unidos
premio-pritzker-gordon-bunshaft

Prêmio Pritzker: Gordon Bunshaft

premio-pritzker-oscar-niemeyer

Prêmio Pritzker: Oscar Niemeyer

  • Pritzker 1987 – Kenzo Tange, Japão
premio-pritzker-kenzo-tange

Prêmio Pritzker: Kenzo Tange

  • Pritzker 1986 – Gottfried Bohm, Alemanha
premio-pritzker-gottfried-bohm

Prêmio Pritzker: Gottfried Bohm

  • Pritzker 1985 – Hans Hollein, Áustria
premio-pritzker-hans-hollein

Prêmio Pritzker: Hans Hollein

  • Pritzker 1984 – Richard Meier, Estados Unidos
premio-pritzker-richard-meier

Prêmio Pritzker: Richard Meier

  • Pritzker 1983 – I. M. Pei, Estados Unidos
premio-pritzker-i-m-pei

Prêmio Pritzker: I.M.Pei

  • Pritzker 1982 – Kevin Roche, Estados Unidos
premio-pritzker-kevin-roche

Prêmio Pritzker: Kevin Roche

  • Pritzker 1981 – James Stirling, Reino Unido
premio-pritzker-james-stirling

Prêmio Pritzker: James Stirling

  • Pritzker 1980– Luis Barragán, México
premio-pritzker-luiz-barragan

Prêmio Pritzker: Luíz Barragán

  • Pritzker 1979– Philip Johnson, Estados Unidos
premio-pritzker-phillip-johnson

Prêmio Pritzker: Philip Johnson

Confira outros arquitetos famosos em nosso blog:

Esses grandes arquitetos realmente sabem fazer um trabalho bem feito. Mas além de fazê-lo é preciso saber como divulgá-lo corretamente.

Conheça os cursos da Viva Decora PRO Academy com cursos criados especialmente para arquitetos empreendedores.

curso ciclo do encantamento

Este post foi escrito pela Duratex, a maior produtora de painéis de madeira industrializada do Hemisfério Sul.