Muito mais que Brasília! Conheça as mais belas cidades planejadas no Brasil

cidades-planejadas-no-brasil-brasilia

Cidades planejadas no Brasil: Brasília

Tudo que é planejado, consequentemente, apresenta melhores resultados.

Viver em uma cidade desregulada, com infraestrutura ruim, é mais complicado.

Para que uma estrutura tão viva, tão complexa quanto uma cidade funcione bem, é preciso haver planejamento urbano.

E, infelizmente, isso é algo pouco discutido e pouco valorizado no Brasil contemporâneo.

Quem pensa que planejamento urbano é um conceito novo está enganado.

Desde os primórdios o homem já sabia corrigir os efeitos negativos do crescimento populacional através de projetos.

Algumas zonas habitadas foram, posteriormente, moldadas por modelos estratégicos idealizados por urbanistas. Mas, muitas cidades nasceram em áreas onde antes não havia nenhum núcleo significativo.

O aumento dos problemas urbanos, ocorrido principalmente durante o período da segunda Revolução Industrial, exigiu dos governantes soluções mais elaboradas para as cidades.

Um exemplo é a falta de espaços destinados a novas moradias. Também o controle da expansão industrial sobre a natureza.

E ainda outros inúmeros pontos ligados ao bom funcionamento – harmonioso e sustentável – de uma cidade.

Diversas localidades brasileiras tiveram a oportunidade de crescer sendo bons lugares para se viver.

Não parece, mas no país também existem cidades que foram planejadas – e não é só Brasília.

Muitas capitais foram bem concebidas.

Conheça as principais cidades planejadas do Brasil nesta postagem.

Mas antes de começarmos, veja o início do planejamento da cidade de Brasília contado pelos croquis de Brasília.

O que são cidades planejadas

 

cidades-planejadas-no-brasil-palmanova

Cidades planejadas no Brasil: exemplo de cidade planejada (Palmanova)

Cidades planejadas são aquelas cidades construídas do zero. O profissional que domina esse conhecimento é o arquiteto, que está mais habilitado a realizar projetos urbanos e elaborar planos diretores.

Com esses documentos é possível se criar as condições necessárias para garantir qualidade de vida aos cidadãos e um futuro promissor às cidades.

Mas o trabalho de planejamento urbano engloba muitos outros personagens além do arquiteto.

Engenheiros, cientistas sociais, paisagistas, e tantos outros, participam dos estudos. Discute-se questões de educação, saneamento, segurança, locomoção, transporte, zoneamento e muito mais.

Também se prevêem áreas para expansão espontânea e de “pulmões verdes”. Enfim, é uma criação conjunta.

Geralmente, há um impasse entre esses planejadores. É melhor permanecer a favor da natureza ou da urbanização dos espaços?

As cidades planejadas, por responderem a todos esses quesitos, se tornam mais confortáveis e economicamente viáveis para todos que nelas residem.

Também apresentam ótimos desenvolvimentos de produção, estruturação e apropriação do espaço urbano.

cidades-planejadas-no-brasil-sun-city

Cidades planejadas no Brasil: exemplo de cidade planejada (Sun City)

Obviamente, tudo isso se apresenta amparado nos três pilares da sustentabilidade, sendo um deles o ambiental: o quesito natureza não fica de fora.

No final, o resultado é claro: cidades planejadas são as mais bem preparadas para o futuro!

É difícil falar sobre planejamento urbano sem citar a arquitetura sustentável. Confira 7 dicas de como usá-la em seu projeto e valorizá-lo ainda mais.

Cidades planejadas do Brasil

 

cidades-planejadas-no-brasil-projeto-arquitetonico-de-palmas

Cidades planejadas no Brasil: Projeto arquitetônico de Palmas

O planejamento urbano permitiu a criação de cidades maravilhosas ao redor do mundo. No Brasil, poucos municípios puderam contar com tal processo de estruturação.

As mais antigas ocupações humanas no país obedeciam, de fato, algum modelo de traçado geométrico, por exemplo. Mas, havia um motivo para isso.

Certas medidas arquitetônicas foram adotadas nas primeiras cidades em função da estratégia.

O governo português queria garantir a posse do seu território e a exploração dos recursos naturais de suas colônias.

Exemplos de cidades planejadas no Brasil nesse período são Salvador, na Bahia, e a parte antiga de Olinda, em Pernambuco. Ambas foram fundadas por volta de 1550.

Apesar do planejamento inicial, percebe-se, nos dias de hoje, que o crescimento dessas cidades não acompanhou o que se previa.

Os problemas da urbanização superaram o próprio urbanismo. O mesmo aconteceu em outras cidades planejadas no Brasil.

A mobilidade urbana é um item fundamental quando falamos de planejamento. Descubra o que é e qual o impacto que ela pode causar no seu projeto.

Exemplos de cidades planejadas no Brasil

  • Teresina;
  • Aracaju;
  • Belo Horizonte;
  • Goiânia;
  • Maringá;
  • Palmas;
  • Brasília.

A primeira cidade planejada do Brasil

 

cidades-planejadas-no-brasil-planta-salvador

Cidades planejadas no Brasil: Planta de Salvador

Salvador foi fundada no ano de 1549, a mando de Tomé de Souza, o primeiro governador do Brasil.

Seu projeto urbano foi elaborado pelo arquiteto lisboeta Luís Dias, contratado pela Coroa portuguesa.

O objetivo era fazer dessa cidade a capital do país, uma fortaleza militar, um centro administrativo para o Império no Novo Mundo.

E essa foi a sua importância pelos duzentos anos seguintes.

Salvador foi, portanto, a primeira cidade planejada do Brasil!

Dias traçou suas primeiras ideias em prancheta quando ainda estava em Lisboa.

Não se tem nenhuma cópia desta planta original – o mapa mais antigo existente da cidade data de aproximadamente 1600.

Sabe-se que o projeto do urbanista foi inspirado nos trabalhos dos renascentistas europeus. Tratava-se de um plano geométrico em forma de “tabuleiro de xadrez”, quadriculado, muito racional.

Cidades planejadas no Brasil no século XIX

 

cidades-planejadas-no-brasil-planta-teresina

Cidades planejadas no Brasil: Planta da Esplanada de Teresina

Em 1852, foi fundada a cidade de Teresina, no Piauí.

Ela foi projetada por José Antônio Saraiva e João Isidoro França. Seu traçado rompia com a tradição colonial portuguesa.

Houve uma organização diferente, baseada na separação de áreas residenciais, administrativas, religiosas, políticas, econômicas e comerciais.

Dois anos depois, Sergipe fundava a sua nova capital, Aracajú.

cidades-planejadas-no-brasil-planta-de-aracaju

Cidades planejadas no Brasil: Planta de Aracajú

Essa cidade já seguia o traçado ortogonal, mesmo com uma topografia tão dificultosa.

Seu plano foi elaborado por Sebastião José Basílio Pirro. Ele atendia às novas necessidades da população, principalmente quanto às atividades portuárias – o comércio marítimo era muito importante para o Brasil naquele momento.

Já no final do século XIX, mais precisamente em 1897, foi fundada Belo Horizonte, a nova capital de Minas Gerais – tomando lugar de Outro Preto.

cidades-planejadas-no-brasil-planta-belo-horizonte

Cidades planejadas no Brasil: Planta de Belo Horizonte

Ela foi idealizada por Aarão Reis, com inspiração no plano de Georges Haussman para Paris.

Era o momento certo de expor novas ideias.

Belo Horizonte é considerada, portanto, a primeira cidade planejada no Brasil moderno!

Os mineiros também pediram por uma capital mais condizente com a nova fase do Brasil, que passava do status de monarquia para república.

BH apresentava características revolucionárias, como grandes avenidas em diagonal e circulantes; quarteirões retangulares; zonas urbanas e suburbanas.

Era como se ela tivesse seu “cinturão verde” feito especialmente para lhe abastecer de alimentos.

Falando em BH, você sabia que Minas Gerais é o estado com maior acervo barroco no Brasil? Saiba mais sobre a arquitetura barroca no Brasil e seu maior gênio, Aleijadinho.

Cidades planejadas no Brasil no século XX

 

cidades-planejadas-no-brasil-vista-aerea-goiania-1960

Cidades planejadas no Brasil: Vista aérea de Goiânia em 1960

Passados trinta e oito anos da inauguração de Belo Horizonte, outra das cidades planejadas no Brasil foi inaugurada, Goiânia.

O planejamento dessa cidade foi realizado na década de 1930 por Atílio Corrêa Lima. O urbanista claramente, deu ênfase às áreas verdes.

Isso porque ele se inspirou em outra ideia lançada antes, o modelo de cidade-jardim goianiense apresentado por Ebenezar Howard.

O plano de Goiânia só foi possível graças à política do governo de Getúlio Vargas, chamada “marcha para o oeste” – que previa a interiorização do país.

Maringá, localizada no Paraná, é outra das cidades planejadas no Brasil que foi inaugurada com esse conceito de cidade-jardim.

Burle Marx foi um grande arquiteto paisagista que projetou belíssimos jardins para cidades como Brasília e Recife. Descubra toda sua emocionante trajetória pela arquitetura em nosso post.

cidades-planejadas-no-brasil-planta-de-maringa

Cidades planejadas no Brasil: Planta de Maringá

Seu projeto data de 1947 e foi realizado por Jorge de Macedo Vieira. Ele apresentava amplas ruas e avenidas; incontáveis praças e parques verdes; e três áreas bem demarcadas, uma residencial, uma comercial e uma industrial.

O interessante é que Vieira jamais conheceu o terreno. Todas as informações que ele utilizou foram repassadas pelo cliente, a Companhia de Terras Norte do Paraná.

Nos anos oitenta, foi a vez de Luiz Fernando Cruvinel Teixeira e Walfredo Antunes de Oliveira Filho apresentarem os planos para a cidade de Palmas, no Tocantins.

cidades-planejadas-no-brasil-plano-diretor-de-palmas

Cidades planejadas no Brasil: Plano diretor de Palmas

Suas inspirações foram as ideias de Le Corbusier e o próprio conjunto urbano de Brasília. Infelizmente, privilegiou-se o automóvel em detrimento das pessoas.

É que nessa época, problemas ambientais ainda eram considerados sinônimos de progresso.

Palmas é a última das cidades planejadas no Brasil!

A fundação de Palmas foi uma consequência da criação de um novo estado brasileiro, em 1988.

Tratava-se, originalmente, de uma cidade de traçado quadricular, com avenidas compridas e bem espaçadas; grandes rotatórias; e muitas áreas verdes.

Ainda é possível notar que houve uma intensa busca por funcionalidade e o livre desenvolvimento de funções em uma cidade que, em tese, era apenas administrativa.

Se você busca por funcionalidade, lembre-se de incluir a acessibilidade na arquitetura de seu projeto e deixe-o mais acessível para todos!

Planejamento da cidade de Brasília

 

cidades-planejadas-no-brasil-croqui-de-brasilia

Cidades planejadas no Brasil: Croqui de Brasília

O símbolo máximo do modernismo brasileiro é, sem dúvidas, Brasília.

Ela não só é uma das cidades planejadas no Brasil, mas uma das cidades planejadas mais famosas no mundo.

Sua ideia inicial partiu do Marquês de Pombal.

Naquele tempo, falava-se na construção de uma “Lisboa do Novo Mundo”. E foram décadas de estudo e planejamento até que se erguesse a nova capital do governo.

Foi por meio da nova Constituição Republicana, elaborada em 1891, que uma área em Goiás foi demarcada para a construção de Brasília.

Muitos estudaram sua topografia, fauna e flora.

Mas, só na década de cinquenta é que o então presidente, Juscelino Kubitschek, levou adiante esse trabalho e o plano foi posto em prática.

Em 1960, Brasília foi inaugurada. Ela apresentava um traçado urbano como nunca antes visto.

O tal plano de Lúcio Costa era bastante complexo. Ele apresentava um grande Eixo Monumental, onde ficariam as sedes e todos os principais edifícios governamentais.

cidades-planejadas-no-brasil-plano-piloto-de-brasilia

Cidades planejadas no Brasil: Plano piloto de Brasília

No outro sentido ficariam os prédios residenciais e comerciais, todos destinados à população local.

Em resumo, se visto de cima, parecia um enorme avião.

Lúcio Costa buscou nas obras de Le Corbusier e na Carta de Atenas – um manifesto urbano dos anos 30 – a inspiração para criar algo realmente incomparável.

Um dos grandes conceitos por ele desenvolvidos é o da superquadras.

Elas são nada mais do que grandes quarteirões com agrupamentos de prédios, casas e serviços, além de espaços destinados especialmente ao convívio pessoal.

Infelizmente com o tempo, Brasília sofreu certa precarização urbanística. Isso vai de encontro com o modelo ideal de cidade proposto por Kubistchek e Costa.

Se você gostou de conhecer a história da cidade planejada de Brasília, então vai gostar também de saber a história de Oscar Niemeyer, um dos ilustres arquiteto por trás de sua criação.

Agora que você entendeu o que é uma cidade planejada, que tal aprender a encantar seus clientes e divulgar seu trabalho? Conheça os cursos do Viva Decora PRO Academy, totalmente pensados para arquitetos e designers de interiores com espírito empreendedor.

curso ciclo do encantamento