Confira nosso checklist e aprenda como fazer um projeto executivo de arquitetura sem nenhum erro!

projeto-executivo-de-arquitetura

Projeto Executivo de Arquitetura

Saber fazer – bem feito – um projeto executivo de arquitetura pode ser um diferencial na carreira de qualquer profissional da área.

Em parte, isso revelará a qualidade de seu trabalho, apontando se ele é ou não capaz de realizar as etapas finais de projeto.

O momento de realização dos desenhos executivos é um dos mais importantes, pois define, de vez, todos os dimensionamentos corretos da obra.

Tecnicamente, envolve elementos minuciosos e repletos de detalhes sobre uma construção, desde as fundações a paginação dos pisos.

Isso já é uma resposta a última reunião feita entre arquiteto e clientes.

É quando todos os detalhes do estudo preliminar são reavaliados. Ficam decididos, então, quais os itens do projeto que devem ser mantidos e o que precisará sair do papel.

Continue a leitura de nosso artigo e aprenda como fazer um projeto executivo de arquitetura!

E depois de aprovar o projeto executivo, é hora de pôr as mãos na massa: Saiba o que é e como gerenciar obras e garanta o andamento do projeto!

Etapas anteriores ao projeto executivo de arquitetura

 

Como o projeto executivo de arquitetura é a fase final, tem outras etapas que devem ser concluídas antes de sua elaboração. Estas são:

  • Captação de informações;
  • Estudo do projeto;
  • EP – Estudo Preliminar;
  • AP – Anteprojeto;
  • Projeto Básico.

A importância do projeto executivo de arquitetura

 

Pode-se dizer que o projeto executivo é o produto final de todo o processo criativo do arquiteto.

Saber como fazê-lo exige mais do que conhecer as técnicas de desenho. É preciso entender o cliente e o que ele busca para a sua obra. Também os diferentes materiais, os processos construtivos e as exigências legais de cada município.

Isso não quer dizer que o desenho arquitetônico deva ser descartado dessa lista, pois ele continua sendo importante.

Se o profissional seguir por esse caminho – sem jamais pular etapas – é bem provável que tudo dê certo no final, ficando a obra de acordo com o que foi planejado.

Já pensou em usar a tecnologia seu favor? Coloque seu cliente dentro dos seus projetos com a realidade virtual na arquitetura

O que é um projeto executivo de arquitetura?

 

De acordo com a NBR 13.531/95:

Executar o detalhamento de todos os elementos do empreendimento, de modo a gerar um conjunto  de informações suficientes para a perfeita caracterização da obra/serviços a serem executadas, bem como a avaliação dos custos, métodos construtivos, e prazos e execução. Executar o detalhamento de todos os elementos do empreendimento e incorporar os detalhes necessários de produção dependendo do sistema construtivo. O resultado deve ser um conjunto de informações técnicas claras e objetivas sobre todos os elementos, sistemas e componentes do empreendimento. Essa fase se denomina: PE – projeto executivo.

Resumidamente, o projeto executivo de arquitetura é aquele conjunto de desenhos que será encaminhado ao canteiro de obras. Também aos demais profissionais que farão a compatibilização de seus projetos – por exemplo, o hidrossanitário e o elétrico. E, por fim, aos órgãos responsáveis pela aprovação do projeto – prefeitura e corpo de bombeiros.

Exatamente por isso é que esses desenhos não podem apresentar erros!

Nada pode faltar ou atrapalhar o andamento da obra.

Todos os detalhes precisam ser bem traduzidos graficamente – e com o máximo de clareza possível. Essas informações é que farão da empreitada ser um sucesso ou um fracasso.

Aproveite e veja nosso artigo sobre como calcular metro quadrado para piso e elimine de vez os erros nessa etapa do projeto.

Portanto, é isso que define o que é um projeto executivo de arquitetura.

Só que, claro, esse não é o fim do trabalho do arquiteto. Depois de coletar tantas informações, e de produzir e entregar esses documentos, é vez do acompanhamento da aprovação, execução e fiscalização da obra.

Elementos de um projeto executivo de arquitetura

 

projeto-executivo-arquitetura-planta

Projeto Executivo de Arquitetura: Planta

São elementos de um projeto executivo de arquitetura:

  • Plantas Baixas;
  • Elevações;
  • Cortes;
  • Detalhamentos;
  • Especificações de execução;
  • Tabelas de Áreas;
  • E mais.

Aprenda também a calcular a taxa de ocupação, outro item extremamente importante do seu projeto.

Lembrando que em cada um desses desenhos deve constar o norte magnético, as cotas horizontais, as indicações de mudança de nível, de caimento de telhado e outras recomendações sobre a construção.

É uma etapa técnica na qual ainda há o diálogo entre cliente e profissional sobre o desenho e sua execução.

As escalas no projeto executivo de arquitetura

 

  • Igual ou superior à escala 1/100 – para a representação da edificação e o local onde a mesma será inserida;
  • Menos que 1/100 – para ampliações setoriais.

Não sabe qual escala utilizar? Veja como calcular a escala de projetos arquitetônicos.

O projeto executivo de arquitetura e a ABNT

 

Relacionados à fase final de um projeto de arquitetura, o projeto executivo obedece especificamente as NBR 6492/94 e a NBR 13.531/95 – tão necessárias para a validação do desenho e sua concepção.

A NBR 6492/94, mais especificamente, não abrange critérios de projetos. Mas, ela trata das exigências para a representação gráfica dos projetos de arquitetura.

Aproveite e veja como nosso artigo sobre como utilizar a caligrafia técnica e deixar seu projeto mais padronizado.

Já a NBR 13.531/95 está relacionada a todas as atividades de projetos de edificações em arquitetura e engenharia. Em seu texto, ela apresenta informações sobre os serviços envolvidos na execução de obras. São exemplos os trabalhos de instalações elétricas e hidráulicas, de comunicação visual, de paisagismo e mais.

Confira nesse artigo as normas de desenho técnico e deixe seu projeto dentro das normas da ABNT.

Usar um checklist do projeto executivo de arquitetura pode ajudar bastante

 

Depois de passar por todas as fases anteriores ao projeto executivo de arquitetura, errar no envio de informações é algo que precisa ser evitado.

Organizar e ter todos os elementos necessários é imprescindível antes de finalizar o projeto.

Por isso, preparamos um checklist do projeto executivo de arquitetura para você não esquecer de nada.

Checklist do projeto executivo de arquitetura:

 

  • Quadro de materiais de acabamento;
  • Quadro geral das áreas;
  • Maquete detalhada;
  • Orçamento do projeto;
  • Elaboração de As Built.

Ainda não tem o orçamento do projeto? Confira nosso modelo de planilha:

cta-planilha-de-orcamento-de-obra

Especificações do projeto de arquitetura

 

Nele deve constar a representação de detalhes como cotas, recomendações para a construção e medidas.

É uma etapa técnica, mas na qual há o diálogo entre cliente e profissional sobre o desenho e sua execução.

Elaboração do As Built em arquitetura

 

Depois de realizar o Projeto Executivo é vez do As Built.

A elaboração do As Built – ou “como construído” – para edificações é uma etapa de extrema necessidade em um projeto executivo de arquitetura.

Consiste em realizar todo o levantamento daquilo que é existente e transformar os dados projetuais em um pacote técnico completo.

É a revisão de tudo que já foi feito, garantindo que não falte nenhuma informação para a construção da edificação.

Informações apresentadas pelo As Built:

  • Trajetos de encanamentos;
  • Trajetos de fiações elétricas;
  • Posicionamentos de vigas e pilares;
  • Entre outras.

O Checklist do projeto executivo de arquitetura

 

Depois de passar por todas as fases anteriores, usar um checklist pode ajudar bastante o profissional a dar continuidade do seu trabalho. Isso evitará que certas informações fiquem de fora, ou que falte algo essencial para o entendimento e execução da obra.

Por isso, preparamos uma lista especial para revisão do projeto executivo de arquitetura. Assim você não se esquecerá de nada!

Lembre-se que é imprescindível organizar e checar todos esses elementos antes de dar por completo seu serviço.

Projeto Executivo de Arquitetura – Checklist:

 

  • Planta de Localização e Situação;
  • Planta Baixa de Layout;
  • Planta Esquema Sistemas Hidráulico e Elétrico;
  • Planta de Forro;
  • Planta de Acabamentos e Isolamentos;
  • Planta de Paginação de Piso;
  • Planta de Decoração;
  • Planta de Paisagismo e Pavimentação Externa;
  • Elevações;
  • Cortes longitudinais, transversais e seções parciais;
  • Quadro geral de áreas.

Outros itens que fazem parte do pacote do projeto executivo podem ser feitos pelos arquitetos com ou sem parceria de outros profissionais. Isso vai depender das suas atribuições – que, no caso desses profissionais, é descrito pela Resolução 51 do CAU e a Lei 12.378/2010 – ou da complexidade das tarefas.

  • Orçamento de Projeto;
  • Plano de Urbanização;
  • Plano de Construção e Reforma;
  • Plano de Instalação de Obras;
  • Plano de Sondagem e Terraplanagem;
  • Plano de Drenagem;
  • Plano de Infraestrutura e Superestrutura;
  • Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio;
  • Estudos de Acessibilidades;
  • Plano de Circulações Verticais;
  • Plano de Climatização e Exaustão;
  • Plano de Sistema de Segurança;
  • Plano de Comunicação e Lógica;
  • Plano de Sinalizações;
  • Planta de Construção e Demolição;
  • Planta Estrutural;
  • Planta Elétrica;
  • Planta Hidráulica;
  • Planta Sanitária;
  • Planta Luminotécnica;
  • Detalhes revestimentos, vedações, impermeabilizações, esquadrias e outros;
  • Quadro de cargas;
  • Cronograma de execuções e serviços complementares;
  • Memoriais Descritivos.

Dar suporte este suporte ao cliente demostra que você está preocupado em satisfazê-lo.

Confira nosso Ebook com 17 dicas de atendimento ao cliente e aumente a confiança que ele tem em você.

Atendimento ao Cliente

Documentos eventuais

 

projeto-executivo-arquitetura-maquete

Projeto Executivo de Arquitetura: Maquete

  • Fotos de maquetes – seja elas maquetes eletrônicas ou físicas;
  • Folders de lançamentos imobiliários;
  • Memorial descritivo de vendas;
  • Caderno de Decoração;
  • Lista de Fornecedores.

Os Memoriais Descritivos

 

Avisar sobre o posicionamento e funcionamento dos elementos de uma obra faz parte do projeto executivo. Novamente, revela preparo do profissional, assim como a sua consideração quanto a satisfação os clientes.

Os manuais construtivos são documentos presentes em listas de projetos executivos de construções, reconstruções e reformas.

Eles dão suporte à realização de obras e inibem certos erros.

Por exemplo, na falta de informações, uma pessoa pode correr o risco de furar uma parede e dar de cara com um cano, deixando sua casa ou apartamento alagado. Isso é inadmissível.

Por isso, muitas construtoras desenvolvem manuais especiais para serem entregues aos clientes no momento exato da venda das unidades.

Essas e outras especificações estão descritas com ordem e clareza na NBR 6492/94 da ABNT, já citada anteriormente.

Ficou claro para você como fazer um projeto executivo de arquitetura?

Então, siga em frente e boa sorte!

Agora que você domina tudo sobre ele, que tal conhecer o nosso curso de Ciclo do Encantamento do Viva Decora PRO Academy e conquistar mais clientes?